terça-feira, 23 de abril de 2024
Publicado em 10/01/2024 às 10:41

Onda de violência no Equador já dura dois dias e registra 10 mortes e 70 prisões

Onda de violência no Equador já dura dois dias e registra 10 mortes e 70 prisões
Foto: Reprodução/Twitter

O Equador está a dois dias vivendo uma crise de segurança pública. Tudo começou com a fuga de José Adolfo Matías, conhecido como “Fito”, da prisão, o qual é chefe da organização “Los Choneros” uma das organizações criminosas mais perigosas do país, na segunda-feira (08).

Nas últimas horas, cidades do país registraram invasões, explosões e sequestros. Em Guyaquil, rede de televisão estatal TC Televisión foi invadida por homens armados, rendendo funcionários do local, inclusive trabalhadores que estavam ao vivo no telejornal.

Pelo menos sete policiais foram sequestrados nas cidades de Machala e Quito. As forças armadas foram autorizadas pelo presidente Daniel Noboa, para ir as ruas apoiar a polícia. Há indícios de que brasileiros foram sequestrados, o Itamaraty está monitorando a situação.

Até o momento, foram registradas 10 mortes e 70 prisões.


Fonte: Informações do G1

Compartilhe essa notícia: