terça-feira, 16 de julho de 2024
Publicado em 08/07/2024 às 14:39

Brasil vence a Letônia no Pré-Olímpico de basquete e garante vaga em Paris 2024

Brasil vence a Letônia no Pré-Olímpico de basquete e garante vaga em Paris 2024
Foto: Divulgação / Fiba

Mesmo jogando em Riga, na Letônia, o Brasil conseguiu impor seu jogo e venceu os donos da casa para garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. A seleção brasileira masculina venceu os letões por 94 a 69, com destaque para Bruno Caboclo, que foi o cestinha do duelo com 21 pontos.

O Brasil volta a disputar as Olimpíadas após ficar de fora em Tóquio 2020. Com a classificação, a seleção brasileira entra no Grupo B, ao lado da França, do Japão e da Alemanha, que é a atual campeã mundial de basquete.

No primeiro quarto, domínio e vitória brasileira por 34 a 11. Bruno Caboclo chamou a responsabilidade, fez as principais jogadas ofensivas e acertou uma bola de três pontos da quadra de defesa no estouro do cronômetro.

Os letões até voltaram melhor para o segundo quarto, mas o Brasil conseguiu manter uma boa vantagem por meio de uma defesa forte e inteligente. A vantagem no intervalo foi de 49 a 33 e o ginásio em Riga estava em choque.

No terceiro quarto, mais intensidade. Leo Meindl manteve o bom aproveitamento do time nas cestas de três pontos. O Brasil terminou a partida com 54%, sendo 13 certas em 24 tentativas. A vantagem para os últimos 10 minutos de jogo foi de 26 pontos a favor da seleção brasileira.

Com tranquilidade, boa marcação e aproveitando as chances, o Brasil soube administrar a vantagem. A Letônia arriscou muitas bolas de três pontos, mas não teve bom aproveitamento. Por conta disso, os letões começaram a fazer faltas, dando lances livres de graça aos brasileiros.

Nos minutos finais, os jogadores brasileiros já celebravam a vaga para Paris e o título do Pré-Olímpico. O Brasil avançou em primeiro no grupo, após vencer Montenegro e perder para Camarões — tendo melhor saldo de cestas. Na semifinal, o triunfo foi diante das Filipinas.


Fonte: GZH

Compartilhe essa notícia: