sábado, 22 de junho de 2024
Publicado em 10/06/2024 às 16:36

Unimed Missões/RS lidera inovação com cirurgia robótica pioneira na região

Unimed Missões/RS lidera inovação com cirurgia robótica pioneira na região

De um lado, a habilidade e a sensibilidade do médico em reconhecer a necessidade do paciente. Do outro, a tecnologia, com a precisão milimétrica nas incisões cirúrgicas. A combinação dessas forças marca um avanço importante na medicina, com a realização da primeira cirurgia robótica das Missões. Utilizando o avançado Sistema Da Vinci X, os procedimentos, realizadas no domingo, 9, pela manhã em um paciente de 68 anos, e à tarde, em um de 75 anos, foram bem-sucedidos.

Pioneira na região com a implementação da cirurgia robótica, a Unimed Missões/RS demonstra o compromisso com a inovação e a qualidade do atendimento à saúde. O investimento em tecnologia oferece aos clientes os melhores procedimentos médicos disponíveis, sempre com foco no bem-estar e na segurança.

O novo Centro Cirúrgico do Hospital Regional Unimed Missões, localizado na torre Leste, possui mais de 10 mil metros quadrados e conta com oito salas, sendo sete delas compatíveis com a plataforma avançada de cirurgia robótica, que é móvel. O Sistema Da Vinci X, que tem capacidade de realizar até cinco procedimentos por dia, pode ser utilizado em cirurgias gerais e em especialidades como ginecologia, urologia, cardiologia e torácica.

Procedimentos minimamente invasivos

Para os pacientes, a cirurgia robótica oferece incisões menores, que resultam em um risco reduzido de infecção, menor perda de sangue e menos necessidade de transfusões. Além disso, o tempo de recuperação é significativamente mais curto, proporcionando uma experiência melhor e mais segura durante todo o processo cirúrgico.

Do ponto de vista dos cirurgiões, a tecnologia do Sistema Da Vinci X traz mais precisão, controle superior dos movimentos e a capacidade de acessar áreas de difícil alcance. A visualização 3D de alta definição, ampliada em até 10 vezes, permite uma visão detalhada e clara do campo cirúrgico. A capacidade de movimentar os braços do robô em 360°, juntamente com a estabilidade que elimina pequenos tremores, garante movimentos mais assertivos e ergonômicos.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Unimed

Compartilhe essa notícia: