terça-feira, 16 de julho de 2024
Publicado em 24/08/2023 às 15:44

O poder da oração

Orar é falar com Deus, é dialogar com a Espiritualidade Amiga. Orar é buscar refúgio nos momentos difíceis, em que a tristeza quer tomar conta do ser humano. A oração pode ser feita em qualquer templo religioso ou na residência do necessitado. De preferência, mentalmente. Deus nos ouve perfeitamente, não precisamos gritar para que Ele nos ouça. Breve oração antes de dormir nos transmite tranquilidade para o indispensável repouso noturno. Outra curta oração ao amanhecer nos encaminha para um bom dia de trabalho e de relacionamento com colegas e amigos. Quanto mais simples o modo de orar, quanto mais humilde o pedido, mais se exterioriza a eficácia da prece. Podemos e devemos orar por nós mesmos e pelos amigos aflitos às voltas com enfermidades.

Há pessoas que passam a vida toda sem orar, nunca rezaram um Pai Nosso, não sabem e não querem aprender. É uma pena, essas pessoas estão doentes e não querem tomar remédio. Porém, mesmo os que sabem orar e oram, também precisam, em determinados momentos, pedir socorro a alguém que, humildemente, atende ao pedido do angustiado. Há 53 anos, o Carmelo de Santo Ângelo presta a caridade da oração a quem vive momentos aflitivos. Vera Tonetto Araújo Chagas, santo-angelense que há muitos anos reside na Região Norte do Brasil, nos traz depoimento agradecido às Irmãs Carmelitas.

Diz a Vera:- Meu filho mais velho, quando recém-nascido, entrou no Carmelo por aquela porta em que se colocam doações. Meu parto foi difícil e minha mãe esteve no Carmelo para pedir orações. Se não engano ela conversou com a Madre Helena, uma pessoa maravilhosa. As Carmelitas oraram muito por mim e pelo meu filho. Quando saímos do hospital, cumprimos a promessa de que a primeira visita seria para o Carmelo e lá fomos. Acomodamos o nosso nenê, parecia um pacotinho, entramos naquela porta e mandamos o “pacotinho” para o outro lado e as Irmãs o conheceram. Só ouvíamos risos de alegria e elas falando que o meu bebê era muito lindo. Por muitos anos visitamos e ajudamos essas mulheres maravilhosas.

Certa vez ouvi de Martin Kliemann, pessoa que foi muito útil à comunidade, a informação de que nossa cidade desfruta de proteção do Plano Espiritual, graças às correntes de orações feitas pelas Irmãs Carmelitas. Mas, além das preces feitas por essas abnegadas religiosas, também precisamos orar por nós mesmos, pelos nossos familiares, e também por aqueles que não gostam de nós, por algum motivo. A prece é muito valiosa também por aqueles que cumpriram seu tempo terreno e voltaram para o Plano Espiritual. Os falecidos precisam muito da ajuda da prece dos que ficaram por aqui e as recebem com gratidão. No atual estágio evolutivo da Humanidade a oração não está sendo encarada com a importância que tem. Um dia, será.

A FRASE DA MADRE TERESA DE CALCUTÁ:

“Se olhar a sua volta e observar os fardos que outros estão carregando, vai saber que a vida tem sido generosa com você.”

 



Compartilhe essa notícia: