terça-feira, 23 de abril de 2024
Publicado em 17/01/2022 às 15:17

Setor tecnológico: o mais promissor para quem está iniciando

Setor tecnológico: o mais promissor para quem  está iniciando
Foto: Imagem ilustrativa

Giana FerreiraCoordenadora da área de T.I do Senac Santo Ângelo 

No sentido oposto a diversas áreas do mercado de trabalho que apresentam baixos índices de contratação em comparação ao número de formandos, ocasionando profissionais graduados que não conseguem colocação no mercado de trabalho para exercer a sua profissão, a área de Tecnologia da Informação segue aquecida e em constante crescimento. 

É o que revela o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia de Informação e Comunicação (Brasscom), cujo resultado apontou que o mercado de TI deve criar 420 mil novas vagas até 2024. Entretanto, estima-se que, até lá, apenas 150 mil vagas não sejam preenchidas, por falta de pessoas qualificadas. Ainda segundo a Brasscom, as instituições de ensino formam, por ano, 46 mil pessoas com perfil tecnológico, o que ainda é insuficiente para atender a demanda do mercado de trabalho, gerando um déficit de 24 mil profissionais anualmente. Evidenciando esse cenário, um estudo realizado pela consultoria McKinsey, apontou carência de 1 milhão de profissionais de TI no Brasil até 2030. 

Toda essa demanda de profissionais de TI se justifica, pois, estamos cada vez mais conectados nos diversos âmbitos da nossa vida, como por exemplo no trabalho, estudo e lazer. Talvez as Tecnologias Digitais de Informações e Comunicação (TDICs) estejam tão integradas à sua vida, onde muitas vezes você nem perceba o quanto faz uso destas em seu dia a dia. Além disso, a pandemia acelerou o processo de adoção de diversas TDICs em muitas empresas, com isso, os profissionais de TI ganharam ainda mais destaque, tornando-se mais visados e imprescindíveis, pois, para realizar a manutenção, desenvolver e aprimorar todo o aparato tecnológico nos rodeia, é preciso cada vez mais profissionais qualificados. 

Acompanhando a demanda do mercado, o Senac Santo Ângelo e São Luiz Gonzaga dispõem do curso Técnico em Informática, estruturado com base nos principais pilares profissional da área de TI, sendo eles: montagem e manutenção de computadores; montagem e configuração de redes; e desenvolvimento de sistemas computacionais. 

Objetivando formar profissionais que atendam às demandas do mercado de trabalho, a metodologia de ensino do Senac é baseada na apresentação da teoria de forma dinâmica e participativa, bem como, através de desafios reais da profissão, dentro e fora de sala de aula, na criação de projetos práticos e dinâmicos realizados nos laboratórios de informática da instituição, que são devidamente equipados com todos os materiais necessários para as aulas teóricas e práticas.



Compartilhe essa notícia: