sábado, 22 de junho de 2024
Publicado em 03/05/2024 às 16:40

Prefeito negocia com a Aegea compensação na casa dos R$ 70 milhões

Prefeito negocia com a Aegea compensação na casa dos R$ 70 milhões
Foto: Fernando Gomes/Prefeitura de Santo Ângelo

Prefeito Jacques Barbosa segue negociando com a Corsan/Aegea. Os contatos são feitos com a direção da Aegea, empresa que comprou a Corsan, para tratar de uma compensação financeira ao Município a respeito do contrato e do aditivo.

Tudo que envolve o novo contrato é discutido e Jacques deixa bem claro que se o Município foi atendido irá assinar o documento. Santo Ângelo pede uma compensação financeira. Prefeito pediu R$ 100 milhões e pode fechar na casa dos R$ 70 milhões a serem repassados em seis anos. Ou seja, recurso para as próximas gestões.

Poucos municípios do Estado possuem o Fundo de Gestão Compartilhada como Santo Ângelo e isso influencia na definição do valor de compensação. Dinheiro livre para o caixa do Município, mas o prefeito defende que seja investido em saneamento, não apenas água e esgoto, atingindo ainda o aterro sanitário, que exige investimentos significativos para a manutenção. Tem ainda as questões de pontos de alagamentos, além de ações no Itaquarinchim para contenção e outras obras, incluindo novo reservatório de água na Zona Norte. Pede ainda garantia de que não haverá aumento fora de contexto nas tarifas e a manutenção da taxa social.

A ampliação seria até 2032. As negociações avançam e podem ter uma definição no mês de junho.

 

Tão lamentável quanto os prejuízos

É incrível, mas mesmo com toda a tragédia vivida pelos gaúchos ainda tem gente que prioriza a politicagem e as tentativas de atingir adversários.

Tentam “faturar” com a tragédia, passam por cima da dor de quem perdeu tudo, incluindo vidas de familiares e amigos, atacando e até fazendo piadinhas sobre as ações do governador e do presidente da República.

A chuva derrubou apenas pontes e estradas, levou vidas e mostra que a dignidade dessas pessoas foi perdida muito antes.

  

Alerta reforçado

Tenho alertado neste espaço e o assunto repercutiu na Câmara de Vereadores na sessão da última segunda-feira.

O vereador Rodrigo Flores falou sobre os excessos que estão sendo cometidos nos pronunciamentos do Pinga-Fogo por alguns de seus colegas. E tem razão, se alguém da Justiça Eleitoral ouvir os pronunciamentos, a transmissão do espaço por rádio e redes digitais será proibida. A campanha eleitoral é escancarada e só falta anunciar o número.

Com os alertas sendo repetidos e ampliados, pode ser que se contenham. Vamos esperar a próxima sessão. Sem falar nos ataques à Justiça e na defesa de golpe contra a democracia, outros temas que se repetem constantemente.

 

Muita falácia e pouco voto

Falastrão tenta usar a tática do menosprezo para quem não aceita a imposição das suas posições estapafúrdias. Já repetiu em algumas oportunidades que ala de determinado partido que não quer aliança com seu grupo não soma mil votos.

Uma estupidez bem simples de desmentir. Só um dos integrantes dessa ala fez em apenas uma eleição três vezes mais votos que o malandro obteve em 2020. Aliás, quando elegeu-se na rabeira.

 

Perguntar não ofende

Quem não consegue respeitar a dor de uma tragédia tem condições de cuidar da população carente?

 

Só para lembrar

Tentar comparar o surto de dengue com a pandemia do Coronavírus não é só ridículo, pois tem a maldade incluída, tentando minimizar os absurdos cometidos pelo governo anterior, que desprezou a ciência, atacou os profissionais de saúde e fez piada da situação terrível dos atingidos pela Covid.

 

Para refletir

“O passado não reconhece seu lugar: está sempre presente.”

Mário Quintana

 

 



Compartilhe essa notícia: